29 de agosto de 2007

Diário do Diabo - quando os anjos se prostituem

Outro dia a Leo me falou de um livro chamado o Diário do Diabo. Eis que ontem ela me trouxe e disse que queria me emprestar.
Com o título de bacharel e sem freqüentar mais as noites da Feevale tenho aproveitado os momentos antes de dormir para ler ou fazer palavras cruzadas, ou os dois.
Diário do Diabo – Quando os anjos se prostituem – é um livro que conta a história da vida de um preso gaúcho, melhor, ou pior, é que é contata pelo próprio. O Melhor é pela autenticidade, o pior é que é verdade. Acho que foi isso, a verdade, que me arrancou lágrimas na segunda página. Eu não me lembro, nos meus poucos e bem vividos 24 anos, de algum livro ter me feito chorar, chorar com muitas lágrimas.
Por alguns instantes me perguntei se gostaria de continuar lendo isso. Refleti se não estava me deixando influenciar pela minha TPM que se aproxima e acabei seguindo a leitura até a pagina 17. Fechei o livro por conta da dor que se misturava com o sono e também com a dor na minha garganta. Reparei que na contra-capa não tinha um longo texto fazendo comentários ou resumindo a obra, solamente está escrito: Abrir os olhos para a violência que nos cerca não deve ser um triste privilégio de quem está definitivamente condenado pelo acaso a viver um dos papéis, de réu ou de vítima. Este é um livro para lembrar o que todos querem esquecer.
Depois disso decidi que não quero esquecer vou prosseguir a leitura.

3 comentários:

Luciana! disse...

Bah...fiquei afim de ler tmb!!

Mas adorei mais o teu "solamente" heheh....

Se puxou no castellano...

bejoka

cátia disse...

a leo tinha me falado desse livro também... de forma muito emocionada. ela disse que tentaria entrar em contato com o autor... também fiquei afim de ler...
falando em ler, "o segredo" chama-se "empresta-se" também? hehehe
beijo
p.s. teu blog sempre com assuntos especiais.

Anônimo disse...

Não achei p baixar