31 de maio de 2009

desabafo

Tem dias que a gente só quer falar, desabafar, se queixar da vida. E tudo o que precisamos é de um bom par de ouvidos, um abraço e não de julgamentos, comparações, conselhos.

28 de maio de 2009

As pessoas crescidas têm sempre necessidade de explicações... Nunca compreendem nada sozinhas e é fatigante para as crianças estarem sempre a dar explicações.
Antoine de Saint Exupery


dia do desafio

Hoje foi o Dia do Desafio. Fiz 15 minutos de ginástica na praça e quebrei a rotinha formulando um novo método de organização do meu trabalho. Em casa meu desafio foi lavar roupas e o arsenal de xícaras e copos que estavam na pia. Venci!

26 de maio de 2009

difícil

Saí da água e fui para o vestiário, quando entrei peguei ela examinando seu próprio rosto no espelho. Nice ficou envergonhada ao me ver, olhou pra mim e contou que não via a hora das manchas causadas pelo incêndio que destruiu sua casa sumissem do seu semblante. Fiquei emocionada, imagina lembrar de um dia horrível todas as vezes que ela se vê no espelho?! Força.

25 de maio de 2009

minha bruxa

Poderia escrever várias coisas sobre ela, mas hoje vou falar sobre os livrinhos. Quando nos conhecemos rolou uma empatia logo de cara, e um tempo depois ela se mudou para mesma sala onde eu trabalho. Comecei a reparar em uma pilha de pequenos livros sobre a sua mesa. Volta e meia ela escolhia algum para consultar, girava entre as mãos e abria em uma página. Um dia me pegou olhando e lá pelas tantas me ofereceu dizendo que eles não falhavam.
Passou um tempo e certa vez achei que era o caso de experimentar, com uma dose de timidez e desconfiança resolvi fazer uma pergunta. A resposta tinha um grau de sofisticação, então notei que fui apresentada a um conselheiro discreto, sem lado, sem tendências, sem dedo em riste, reconfortante e certeiro.

24 de maio de 2009

meu estado interior

noite

Não consigo explicar tudo aquilo que aconteceu. Só sei que foi loucamente bom.

23 de maio de 2009

Memória

Amar o perdido
deixa confundido
este coração.

Nada pode o olvido
contra o sem sentido
apelo do Não.

As coisas tangíveis
tornam-se insensíveis
à palma da mão

Mas as coisas findas
muito mais que lindas,
essas ficarão.

Carlos Drummond de Andrade

21 de maio de 2009

19 de maio de 2009

mais sobre os sonhos

Os sonhos de Helena

Naquela noite, os sonhos faziam fila, querendo ser sonhados, mas Helena não podia sonhá-los todos, não dava. Um dos sonhos, desconhecido, se recomendava:

- Some-me, vale a pena. Sonhe-me que vai gostar.

Faziam fila alguns sonhos novos, jamais sonhados, mas Helena reconhecia o sonho bobo, que sempre voltava, esse chato, e outro sonhos cômicos ou sombrios que eram velhos conhecidos de suas noites voadoras.


Eduardo Galeano, meu preferido!

18 de maio de 2009

Gripe, sensação de bolha, cabeça pesando uns 10 kilos e um montão de trabalho.

17 de maio de 2009

fome

Saudade é um pouco como fome. Só passa quando se come a presença. Mas às vezes a saudade é tão profunda que a presença é pouco: quer-se absorver a outra pessoa toda. Essa vontade de um ser o outro para uma unificação inteira é um dos sentimentos mais urgentes que se tem na vida.
Clarice Lispector

Já tinha postado isso antes, acontece que esse sentimento me é recorrente e então não escrevo nada novo, só copio o que já está bem dito.

Morreu o autor de traduzia o coração de uma amiga. Mario Benedetti.

Chau número tres

Te dejo con tu vida
tu trabajo
tu gente
con tus puestas de sol
y tus amaneceres.

Sembrando tu confianza
te dejo junto al mundo
derrotando imposibles
segura sin seguro.

Te dejo frente al mar
descifrándote sola
sin mi pregunta a ciegas
sin mi respuesta rota.

Te dejo sin mis dudas
pobres y malheridas
sin mis inmadureces
sin mi veteranía.

Pero tampoco creas
a pie juntillas todo
no creas nunca creas
este falso abandono.

Estaré donde menos
lo esperes
por ejemplo
en un árbol añoso
de oscuros cabeceos.

Estaré en un lejano
horizonte sin horas
en la huella del tacto
en tu sombra y mi sombra.

Estaré repartido
en cuatro o cinco pibes
de esos que vos mirás
y enseguida te siguen.

Y ojalá pueda estar
de tu sueño en la red
esperando tus ojos
y mirándote.

www.bolademeiaboladegude.blogspot.com

sonhos

Meu amigo Luciano sempre me disse que quando eu lembrava dos sonhos era porque a qualidade do sono estava elevada. O fato é que essa semana tive muitos sonhos, pesadelos até. Tudo se misturava, mas o que mais me impressionou foi minha lembrança quase que perfeita no dia seguinte.
(leão, Gil, Fernanda, van, 18, caminho bonito, apartamento, loucura, Andréia, rádio. espaço, universo, casa grande, Je, bolo de uva, Cacá, viagem, Cátia, cama, Djeison, brinquedo, mãe, nave espacial. telefone, espera, Martha Medeiros, L&PM, trabalho, proposta, dúvida, risada)

12 de maio de 2009

Vi num blog amigo, lembrei dos questionários da escola e resolvi responder.

coisa até R$ 5,00 que não posso viver sem...
lápis de olho

filmes favoritos
Diários de Motocicleta

nome de bebês que eu amo...
João Pedro

músicas que adoro...
Amor Barato – Chico Buarque

acontecimento importante da minha vida...
o nascimento do meu irmão

mania...
colecionar fotos de decoração

lugar que quero conhecer...
Jordânia

utilidade doméstica ou acessório de cozinha que não posso viver sem...
secador de cabelos

uma foto inspiradora...


Próximas indicadas para responder essa enquete...
Luciana


11 de maio de 2009

Florbela Espanca

Na parede do restaurante e em outras paredes.

10 de maio de 2009

Queria ela mesma ter enchido a piscina com o que podia produzir com os seus olhos. Ficou em dúvida se ia voltar para casa ou se aceitaria o convite para o bar. Foi para o bar, sentou-se numa mesa cheia. A mesa foi ficando vazia, abrindo espaço para esvaziar o que estava cheio do lado de dentro. Havia quatro ouvidos e uma trilha que parece ter sido feita por encomenda evitando que os ouvidos tivessem que falar. Entornou um último copo e sentia-se agora meio cheia, meio vazia. Resolveu recomeçar com água.

conforto

" Vai passar, tu sabes que vai passar. Talvez não amanhã, mas dentro de uma semana, um mês ou dois, quem sabe? O verão está aí, haverá sol quase todos os dias, e sempre resta essa coisa chamada 'impulso vital'. Pois esse impulso ás vezes cruel, porque não permite que nenhuma dor insista por muito tempo, te empurrará quem sabe para o sol, para o mar, para uma nova estrada qualquer e, de repente, no meio de uma frase ou de um movimento te surpreenderás pensando algo assim como 'estou contente outra vez' ".

Caio Fernando Abreu

6 de maio de 2009

xixi no banho

Minha querida Jessica me mandou um email com a sugestão.
http://www.xixinobanho.org.br/

3 de maio de 2009

Copo Vazio

Chico Buarque/ Composição: Gilberto Gil

É sempre bom lembrar
Que um copo vazio
Está cheio de ar.

É sempre bom lembrar
Que o ar sombrio de um rosto
Está cheio de um ar vazio,
Vazio daquilo que no ar do copo
Ocupa um lugar.

É sempre bom lembrar,
Guardar de cor que o ar vazio
De um rosto sombrio está cheio de dor.

É sempre bom lembrar
Que um copo vazio
Está cheio de ar.
Que o ar no copo ocupa o lugar do vinho,
Que o vinho busca ocupar o lugar da dor.
Que a dor ocupa metade da verdade,
A verdadeira natureza interior.

Uma metade cheia, uma metade vazia.
Uma metade tristeza, uma metade alegria.
A magia da verdade inteira, todo poderoso amor.
A magia da verdade inteira, todo poderoso amor.

É sempre bom lembrar
Que um copo vazio
Está cheio de ar.