9 de abril de 2009

palpitando

Nunca tinha tido palpitações só de pensar...
Mesmo cansada não conseguia dormir, o barulho do coração batendo bem perto da garganta não deixava, era como se a qualquer momento ele fosse dar um pulo para o lado de fora do meu corpo.
Frio na barriga, tudo junto. Talvez até a decepção.

2 comentários:

.Castro disse...

hmm.. palpitações..
elas tbm me perseguem Cris! :)
e são aceleradas...
adorei suas palavras!
bjaum
bom findi! ;*

Cátia Andressa disse...

palpitações? são ótimas... dão a certeza de que estamos viv@s.
sempre gosto de vir aqui.
besitos
p.s. o circo da poesia está voltando em novo endereço: http://circodapoesia.blogspot.com/ - atualiza na tua lista, please.